domingo, 1 de abril de 2012

A presença de um pai.

De vez em quando sinto sua falta. É aquela necessidade de te ter perto de mim. Aquela necessidade de presença masculina, de carinho, de mãos fortes e um abraço seguro. E já não lembro mais como é ter isso. Quando a gente cresce percebe certas coisas que antes não achava importante e uma delas é você. Acontece que acabei acostumando com essa situação e já te apaguei da minha rotina. E apesar de todos os apesares, eu sinto falta. Sinto falta da presença de um pai. Tenho uma mãe linda e maravilhosa, ela sim é mãe e pai, ela é alguém que nunca me abandonou e sei que isso nunca vai acontecer. Coração de mãe é algo único, lindo. E dói olhar para o ser humano que ela é e saber que ela também sente falta. Mulher é um bicho muito forte, mulher aguenta tudo e ainda de cabeça erguida. Mulher é forte, é o ser mais bonito que Deus criou, mas a mulher não pode ser só.
No futuro eu quero casar. Quero criar uma família linda e ter filhos, quero um marido responsável e que me conquiste todos os dias. E estão banalizando o amor. Quero ter um marido que seja um PAI de verdade e dê aos meus filhos algo que nunca tive. Um dia vou perdoá-lo, eu sei disso. E talvez até escreva uma carta falando tudo. E hoje acordei assim: sentindo a sua falta. Eu vou te perdoar um dia..

2 comentários: