segunda-feira, 6 de junho de 2011

00:00 e um pedido.

Era uma vez, uma garota que encontra um gênio passeando pela rua. Ela ficou assustada e correu em direção ao sujeito. O gênio que na verdade era muito esperto, aproximou-se da bela garota e disse: você tem direito de fazer um pedido. Ela arregalou os olhos e pensou por um bom tempo. Um pedido era pouco, ela tinha grandes planos, podia acabar pedindo qualquer coisa, mas ela acabou escolhendo o amor.

O pedido: gênio, hoje eu queria estar perto de quem gosto. Queria poder levar uma torta de chocolate para o meu amado e observá-lo apagando as velinhas de aniversário. Quero poder abrir a gaveta dele e tirar álbuns de fotografias antigas, gargalhar com suas fotos mais bizarras até ele ficar com muita raiva. Quero sentar na varanda de sua casa e paquerar o riso de felicidade dele. Quero saber se ele fica emocionado com homenagens. Quero ouvir todas as suas histórias antigas que vão ser contadas por seus familiares. Quero poder me sentir feliz com a felicidade dele. Quero ter uma noite agradável ao seu lado. E quando essa noite acabar, ele vai encostar a cabeça no meu ombro e vai dizer que me ama muito. Vai agradecer pela festa surpresa, vai agradecer pelos presentes que ganhou, vai dizer que o melhor presente da vida dele sou eu. E vamos nos beijar, eu vou abraçá-lo e vou apreciar o silêncio ao lado do grande amor da minha vida. Esse é o meu pedido.

O gênio estava com lágrimas nos olhos. Ele disse: minha linda garota, como posso te conceder esse pedido se o rapaz tem outra no coração?

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. lindas palavras, amiga :~ beijo, camilla!

    ResponderExcluir